sexta-feira, 27 de maio de 2016

Dicas para fotografar eventos de rua

Como havia prometido, reuni aqui algumas dicas de como você fará fotos mais interessantes em eventos de rua como passeatas, caminhadas, protestos e afins. Estas dicas não são infalíveis e devem ser adaptadas a sua realidade como tipo físico, local (cidade ou ambiente), e horários. Fique a vontade para adequar ao seu estilo de fotografar.

O que é o evento?

Parece brincadeira, mas algumas pessoas vão para eventos de rua apenas porque acreditam que por lá farão boas fotos. Mas não saber sobre o evento pode livrar situações como agressões físicas, xingamentos e até mesmo prisões.

Recentemente, de 01 ano atrás para cá, tivemos diversas manifestações conta e a favor do governo. E, chegar em uma manifestação com uma camisa fazendo menção a uma ideologia diferente dos que ali estão reunidos é complicado. Se você vai para fotografar, vá consciente dos riscos que os nomes passeatas, manifestações e protesto, possuem. Vejam as fotos abaixo:

Protesto "Fora Dilma" - 2015 - Fortaleza-CE. Para ver as fotos completas do álbum clique aqui.
Protesto "Fica Dilma" - 2015 - Fortaleza-CE. Para ver as fotos completas do álbum clique aqui.
Imagine se no evento da primeira foto eu estivesse por lá com uma camisa do PT? Pode ser que eu fosse "convidado" pelos "pés" de alguns a retirar-me. Ou se a minha opinião sobre o tema fosse contrário e eu gritasse palavras de ordem contrária ao que está exposto no cartaz?

Já a segunda foto, foi feita na manifestação a favor da presidenta Dilma. O que eu chamo a atenção de vocês é que há pessoas olhando para cima. Neste momento, algumas pessoas jogavam água das janelas dos prédios em direção aos manifestantes. Quando notei a primeira derramada de água, já fui para baixo da marquise de uma loja. Embora tenha feito esta segunda foto com celular - pois não sabia da manifestação sendo estas fotos um mero acaso, não queria me molhar ou quem sabe danificar meu celular. E se eu gritasse bem alto: "Não é golpe!"...

É lógico que fotografamos aquilo que acreditamos. Fazemos isto por estarmos fotografando por amor à fotografia. Mas e se você for torcedor do Ceará e tiver que passar o dia inteiro fotografando o time do Fortaleza desde a saída deles da concentração, dentro do ônibus, no gramado e se porventura for final de campeonato e tiver que fotografar toda a festa do time que derrotou o seu? Você está trabalhando para um jornal que lhe paga para fotografar, ele - o jornal, não quer saber se você torce para o time A ou B. As imagens tem que ser feitas e feitas com profissionalismo. Bem diferente né? Ah, antes que alguém me critique sore os times, ou torço é para o Icasa rs...

O que estes fatos tem haver com as nossas dicas? Simples. Saiba sobre o evento para você não passar por situações no mínimo constrangedoras.

Como me vestir?

Parece bobagem, mas as suas roupas poderão evitar problemas até mesmo de saúde. Imagine o horário do evento como a Marcha Para Jesus 2016 que ocorrerá no sábado dia 28 de maio. O horário do evento é para as 15hrs. Olhando a previsão do tempo para o momento do evento temos:
  • Temperatura: 30° ~ 34º (máxima) e 27º ~31º (mínima).
  • Precipitação: 6%.
  • Vento: 22km/h
  • Umidade: 70%
  • Nebulosidade: 4%
  • Raios UV: 7
Ou seja. Vai ser quente. Não vai chover, O vento pode ser mais lento do que um ventilador no 01 (rs...); A umidade em 70% é crítica, mais do que isso o nosso corpo vai demorar mais a refrigerar-se. Com 4% de nebulosidade não vamos conseguir fotografar muitas nuvens por lá não. E com raios UV em 7, é bom levar protetor solar. Ufa... já desistiu de fotografar?!

Então, por  mais que você tenha um terno "007" do Dormeuil que é o criador do Vanquish II no qual pagou a bagatela de US$ 95.319, não acho que seria interessante usá-lo para fotografia de eventos na rua. E este não é o terno mais caro, veja. Então com que roupa eu vou? Sabe a máxima "menos é mais"? Então vá com menos roupa. Calma, calma, nada de mini saias pois se você for se abaixar não vai dar certo né. E se for com aquele short - homem, curtinho de educação física também não vai pegar bem. Então, a minha dica seria:

  • Blusa: T-Short.
  • Short: Tipo cargo.
  • Sapatos: Tênis ou bota.
  • Chapéu: Tipo caçador ou boné.


T-Short são aquelas camisas tipo "propaganda de vereador." Cor clara é interessante pelo calor do momento. Mandei fazer uma da minha marca 40Photos e provavelmente estarei lá com ela, embora deva receber uma camisa do evento - Alexandre vou cobrar (rs....).

Quanto ao short, isto é preferência minha pois shorts tipo cargo são aqueles que tem vários bolsos. Posso então, colocar minha garrafa de água, barrinhas de cereal, ou acessórios fotográficos (não caros) como filtros, lenço para limpar a lente e etc. Bermudões abaixo do joelho são bem-vindos, pois se tiver a necessidade de se ajoelhar, irá proteger os seus joelhos.

Por favor, nada de sapato BICO FINO ou para as meninas SALTO! Vamos caminhar e as vezes correr. Talvez subir em lixeiras ou muretas. Pisar dentro de lamaçais, fezes de animais - ou não, chiclete e todo o tipo de coisa viva ou morta que podem aparecer no caminho. Sim, fotografar é aventurar-se, YES!

A propósito, ainda sobre os sapatos. Não vá com sapatos novos para fotografar eventos que tenha um ritmo elevado. Fui fotografar um aniversário de criança e a aniversariante corria de um lado para o outro. No meio da festa, tudo o que eu queria eram as minhas chinelas por conta das dores nos pés delicadamente afetados por um par de sapatos sociais. Sapatos mais velhos, estão "amolecidos" e se adaptam melhor aos seus pés.

O chapéu que recomendo são aqueles que possuem uma proteção para o pescoço o que impede os raios solares queimarem o mesmo. Pode ser usado boné também ou um chapéu mais estiloso - minha esposa detesta o meu (rs...).

Acima, o modelo mais elegante, bonito e fiu-fiu que existe, eu kkkkk...
Não estava com o chapéu tipo caçador, então tem uma foto abaixo do que modelo que eu estou me referindo:

Foto: Divulgação Chapéu 25.
Este tipo de chapéu pode ser encontrado atém em cruzamentos aqui da cidade de Fortaleza.

Algo mais?

Sim. Sempre levo comigo uma mochila. Nela muitas vezes não tem nada dentro além da câmera mesmo. Então, quando chego ao local, dou uma volta sem compromisso vendo se tem algo que eu tenha que ficar atento como objetos cortantes pelos caminhos, pessoas de índole duvidosa - vulgo meliantes. Nos dias de hoje, todo o cuidado é pouco. Na mochila, levo algum lanche e água, caderneta e caneta; alguns panfletos de contato do meu trabalho; canivete suíço e  panfletos falando do amor de Deus - nunca se sabe quando Deus vai lhe impulsionar a falar com alguém : )

É interessante saber até onde vai o evento e por quais ruas ou a direção que o evento vai tomar e uma média de horário que vai acabar. No mais, se for um afortunado e tiver lentes para ficar trocando faça isto com bastante cuidado, não é de se admirar que você pare pare para fazer algo - como trocar de lente e venham pessoas andando e trombando em você, aí com lente na mão já viu né.

Fique atento ainda a tudo que ocorre ao seu redor. Você pode perder uma boa imagem ou ganhar o dia.

Foto: Protesto contra camelôs  - by Lucas Filho

E na câmera?

Eu aprendi uma coisa. Ler o manual é uma obrigação. Mas vou dar algumas dicas aqui relacionadas com o equipamento que eu uso no momento, mas que pode servir para outros independente de fabricantes.

Na edição do ano passado, fotografei com uma Super Zoom da Fuji (S8200). Para você que tem uma Super Zoom saiba que, quanto mais zoom você der com ela, mais escuro irá ficar a sua imagem na captura (dependendo lógico da situação de luz, se tiver um dia claro ao meio dia nem vai sentir diferença). Isto não é só nas câmeras dessa categoria, deu zoom = perder luz. Então, o que eu faço muito é saber o limite que eu posso ajustar na edição. Veja as imagens abaixo:

Foto: Minha Fuji com filtros UV e Polarizador na lente.

Foto: Cid Guerreiro de Deus / Marcha Para Jesus 2015 - by Lucas Filho
Observem a foto acima e vejam as pessoas acompanhando o cantor Cid Guerreiro "de Deus". A foto original - desculpem-me mas não achei, a platéia estava muito escura. Mas não tanto para que na edição eu não pudesse ajustar. No momento que ele abria os braços havia uma batida na bateria e as luzes brancas eram acesas em direção da platéia. Então, notei que deveria pegar o tempo certo do movimento e depois de umas 05 fotos, obtive uma que deu para editar. Mas você pode me perguntar: "E não era mais fácil fotografar em RAW?" Sim, se a câmera tivesse este recurso era sim (rs...).

Ah, por falar em filtros, saiba que os filtros "tiram" um pouco da luz que entrará em sua câmera. Na pior das hipóteses, mantenha o filtro UV que serve mais para proteção da lente.

Minha outra câmera é uma Nikon D5200. Com ela posso ir até as configurações abaixo em ambiente de pouca luz e com a lente do kit 18-55mm:

  • ISO: 3200
  • Abertura: 5.6
  • Velocidade: 60 ~ 80

Foto: Fernandinho / MArcha Para Jesus em Maracanaú 2016 - by Lucas Filho.
Para ver as fotos completas do álbum clique aqui.

Eles podem, mas talvez você não

Sempre em eventos de médio e grande porte, tem fotógrafos profissionais oficiais que estão ali para registar o momento. Em nenhum hipótese fique colado ao lado desles perguntando qual a configuração que esle está usando naquele exato momento para aquele momento único e mais importante do evento. Não seja O CHATO! Lembre-se que fotógrafo não sai na foto, então ao ir fotografar algo especial dentro do evento, veja se não está tomando a frente do fotógrafo oficial. Deixe-o fazer a foto, depois é contigo.

Não sou o fotógrafo oficial do evento, mas conheço a equipe que vai estar lá - falando da Marcha Para Jesus 2016. Também trabalhamos juntos em outro evento, no Festival de Esperança. Sempre perguntava, até onde e poderia ir. Por exemplo, haviam camarotes em que o governador do Estado estava, não tinha autorização para ir até lá, então fiquei com outros fotógrafos no campo mesmo.

Foto: Festival de Esperança - By Lucas Filho
Para ver as fotos completas do álbum clique aqui.

Conclusão

Como havia escrito no início desta postagem, as informações aqui não são regras e se aplicam a eventos na rua. Não vá de short e camiseta para fotografar um casamento no maior templo religioso de sua cidade para os convidados que deram presentes de no mínimo R$ 1.000,00  : O

Seja coerente com aquilo que vai fotografar. O importante é se divertir. Não fique frustrado se não conseguir subir no palco ou fazer aquela foto com a atração principal do evento. Saiba que na fotografia, assim como na vida, a tempo para tudo.

Bom é isso. Convido então você a se fazer presente na Marcha para Jesus 2016 em Fortaleza-CE. O evento ocorrerá no sábado dia 28 de maio. A concentração é as 15hrs no Centro Cultural Dragão do Mar e sairemos até o aterro da paria de Iracema. Perceba que é uma caminhada interessante e a luz vai nos deixando aos poucos, então fotografe o máximo que puder.

E o que fazer com as fotos? Bem, escolha as suas melhores e poste em sua rede social, ou se preferir acesse a nossa página no Facebook e compartilhe conosco: www.facebook.com/40photos.

Até mais. Que Deus os abençoe.





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado por comentar. Assim que possível iremos publicar o seu comentário. Para fazer contato, utilize o e-mail: lucascoe@gmail.com